Resenha publicada pela site Pop com H

VILIPÊNDIO
15 Abismos
(Independente)

Se o Motörhead tivesse nascido no Rio de Janeiro, ele seria muito parecido com o Vilipêndio. As guitarras mais cruas e saturadas ouvidas em muito tempo por estas plagas e riffs demoníacos remetem diretamente aos momentos mais violentos do trio inglês, fundidas a passagens de puro hardcore, como "Crime Perfeito", "Tudo o que Existe" e "Olhos Vermelhos". A produção propositadamente suja torna faixas como "A Viagem", "A Realidade é..." e "Ambição" devastadoras, pondo o grupo carioca ombro a ombro com muita banda de metal gringa. O vocal por vezes forçado de Ricardo Caulfield (também guitarrista e autor da maioria das músicas) é compensado pelas letras fortes, todas em português e perfeitamente compreensíveis, nas quais a realidade é escancarada sem meias palavras. "15 Abismos" é um pesadelo sonoro com os olhos bem abertos. Contatos: vilipendio15abismos@hotmail.com

Voltar