Endereço:
http://www.rockpress.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=1685

VILIPÊNDIO

 
 

Um Segundo De Glória

(Covil Records)

Que esporro do cacete! O Vilipêndio faz o tipo de som que provoca ira nos vizinhos e os leva a reclamar com o síndico e chamarem a polícia, e isso na melhor das hipóteses; nada de "som universal pra fazer amigos e influenciar pessoas" aqui. Visceral e desconstruído, não é pra qualquer ouvido e nem pra toda hora, pelo contrário. É groaridade total, lembrando muito cada um dos mestres da tosquera – Germs, Olho Seco, S.O.D., Extreme Noise Terror. É som pra estourar os tímpanos e as veias da fronte. Acho que o vocalista e letrista Ricardo Caulfield ficava trancado no quarto de castigo, e aproveitava pra se saciar com as sagas de Freddy "Hora do Pesadelo" Krueger e Jason "Sexta-Feira 13" Vorhees, isso ao som de Misfits ao último volume. Isso explicaria os temas de músicas como "Mulheres Apaixonadas não Entram em Açougues", "A Saga de um Hospital Público", "A História de João H" e a minha favorita, "Por Motivos Banais (como sexo, drogas e religião, ele foi morto pelo amigo no aniversário)". Um mimo, não?! Como diz o release, "soa tosco, caótico e faz questão de gritar o seu metalcore bizarro em bom português". Assino embaixo! GJ

www.vilipendio.com

vilipendio15abismos@hotmail.com

 

Voltar