Endereço:
Link do Jornal

“Um segundo de glória” (Covil Records)

 

O Vilipêndio é uma banda curiosa. Em 2001, lançou o disco de estréia e um romance de bolso que complementava o conteúdo musical. Essa pretensão literária eleva a qualidade das letras corrosivas do grupo carioca e acaba sendo o seu maior diferencial neste segundo trabalho, já que seu metalcore, apesar de cru e visceral, não traz novidades. Violento em todos os sentidos, “Um segundo de glória” faz a crônica de serial killers (“A história de João.H”), dos miseráveis (“Os excluídos”), dos meios de comunicação (“Fantoches da mídia”), das políticas sociais (“A saga de um hospital público”) e do próprio ser humano (“As cores da rotina”).

 

Voltar